Blogue de opinião e divulgação.
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009
Há estudos para todos os gostos

 

E este até foi encomendado e financiado pelo Governo, não é iniciativa da OCDE.

Resultados no 1º Ciclo do Ensino Básico muito longe do desejável!

O 1.º Ciclo do Ensino Básico, antigo Ensino Primário, foi o sector mais abandonado ao longo das últimas décadas. Depois de ter merecido alguma atenção logo após o 25 de Abril de 1974, este sector foi completamente esquecido pelos governos nos anos que se seguiram, o que o levou a que batesse praticamente no fundo.

 

Como a FENPROF sempre denunciou, a falta de financiamento do sector, a ausência de regras claras sobre o exercício de competências, a degradação física dos espaços, a penúria no que respeita a material, exigiam que fosse levado por diante um Plano Nacional de Emergência para Requalificação do 1.º Ciclo do Ensino Básico, sob pena de este sector deixar de cumprir o seu papel, o que já fazia com extrema dificuldade. Este Plano é, aliás, uma exigência firme da FENPROF e dos professores e educadores.

 

A ausência de respostas adequadas às necessárias condições de frequência da Escola Pública fazia-se e continua a fazer-se sentir, não apenas no plano educativo como, também, no social, designadamente ao nível dos transportes, tempos livres e refeições.

 

Não surpreende, por isso, que qualquer iniciativa desenvolvida, por menor que fosse, tivesse visibilidade e, no imediato, reflexos aparentemente positivos. Falta, agora, saber quais as consequências a curto e médio prazo.

 

Neste sentido, a FENPROF deixa, sem falsos cepticismos, legítimas dúvidas quanto ao futuro deste nível de ensino:

 

· ­Quais as consequências, para o futuro, do encerramento cego de escolas;

 

· Quais os resultados que advêm de uma resposta social cuja organização não é a mais adequada, quer devido à exiguidade do horário, quer ao modelo de actividades que ali são desenvolvidas;

 

· Quais os reflexos, para os alunos, do facto de a língua inglesa não se integrar no currículo dos alunos, mas ser uma oferta que apenas existe no âmbito das actividades de enriquecimento curricular�

 

É isso que não nos é dito no estudo agora divulgado, como, aliás, não poderia ser dito. Mas este estudo que, convém referir, não é promovido pela OCDE, mas encomendado e financiado pelo Governo Português (realce do Lux Ad Lucem), contém fortes críticas ao modelo de Actividades de Enriquecimento Curricular, nomeadamente no que respeita à sua natureza escolarizada, à excessiva carga horária a que os alunos se sujeitam e à grande precariedade dos vínculos dos profissionais que nelas desenvolvem actividade. Críticas que a FENPROF tem formulado e que o Primeiro-Ministro hoje esqueceu na sua intervenção.

 

Com eleições à porta, o Governo tem pressa em apresentar resultados, mas exacerba no seu optimismo, como fez hoje o Primeiro-Ministro, pois desconhece, ainda, todas as consequências das suas políticas educativas, designadamente as que se concretizam através das medidas que foram implementadas no 1.º Ciclo do Ensino Básico.

 

Para já, o que de mais certo se pode afirmar é que, havendo alguns reflexos que resultam das medidas adoptadas, os resultados estão aquém dos que se obteriam se tivesse existido um verdadeiro investimento e tivessem sido tomadas as medidas adequadas e que fazem falta a este importantíssimo sector de ensino, designadamente as que constam das propostas que a FENPROF defende e apresentou�

 

O Secretariado Nacional da FENPROF
26/01/2009
 
 

Tive acesso ao texto do Relatório . Tentei colocá-lo na plataforma scribd mas não consegui ainda. Confirmo que um dos autores do relatório é Alexandre Ventura: professor da Universidade de Aveiro e Presidente do CCAP.

 

O documento é um simples relatório: não é uma investigação. Para além da equipa ter reunido com os dois secretários de estado, dirigentes da IGE, os coordenadores nacionais dos planos da formação de professores de Matemática, Português e Ciências, teve também encontros com os dirigentes de 3 associações de professores (pré-escolar, inglês e educação física), com 10 coordenadores de escolas do 1º CEB, com 4 especialistas de educação (João Formosinho, Isabel Alçada, Lucília Salgado e Rosa Martins, todos habitualmente favoráveis à política educativa do Governo), os directores regionais da educação, os directores dos serviços centrais do ME, 5 membros do conselho de escolas (Álvaro Santos incluído), 3 dirigentes da CONFAP (Albino incluído), 7 presidentes de câmaras municipais, 3 membros do Conselho Nacional da Educação e 4 membros de sindicatos de professores (2 da FNE e 2 da FENPROF).

 

No relatório, é dito que houve visitas a algumas escolas e conversas com pais e professores. E é tudo. Não há dados provenientes de provas externas e nada no relatório permite estabelecer uma relação de causa e efeito entre as medidas tomadas pelo Governo e qualquer hipotética melhoria dos resultados escolares ou da qualidade das aprendizagens.

 

Não há nenhuma amostra aleatória ou representativa. Nos próximos dias, e com mais tempo, continuarei a análise do Relatório com o objectivo de desmontar a manobra de propaganda que a ele anda associada.

 
 
Independentemente do juízo sobre o "Relatório", é de duvidosa seriedade a posição do Primeiro-Ministro de pretender avalizar a política do Governo, desenvolvida pelo Ministério, e a própria Ministra com base num documento referente apenas a um segmento do sector da Educação.
 

 



publicado por codigo430 às 00:55
link do post | comentar | favorito
|

Euro vs US Dollar
[Most Recent Exchange Rate from www.kitco.com]
Siouxsie And The Banshees - Dear Prudence
Coldplay - Paradise (Official)
Peter Gabriel - Games Without Frontiers
Je suis un homme - zazie
Vídeos
posts recentes

Fontes do Crescimento Eco...

El duro discurso de Marth...

¿Por qué el 'padre del iP...

A história de um Chef que...

Trabalho de pesquisa

Estatísticas do Turismo

Estrelas

Organizações Mundiais

Pent

Prova de Economia

links
tags

vídeos

opinião

cidadania

crise

democracia

economia

avaliação

globalização

humor

informação

outros temas

professores

actividades

música

enriquecimento

ambiente

sociologia

recursos

tve2

eua

informação vídeos

rtp

gripe

militarismo

videos

estudos

ensino

alunos

sic

estatísticas

escola

europeias

visitas de estudo

agricultura

poesia

fenprof

tvi

china

video

fome

divulgação

saramago

cef

iraque

profissional

vídeos tve2

galeano

leap

manifestações

pobreza informação

teoria

tve1

espinho

petróleo

técnico de secretariado

turismo

dia mundial

guerra

honduras

rosa

brasil

coltan

cultura

democracy

emigração

informação tve2

jn

laranjeira

outros temas vídeos

porto

sindicatos

colóquios

desigualdade

direito

economia tve2

estado

expresso

frases

galbraith

galeano tve2

gripe vídeos

obama

ocde

palestina

pedagogia

pobreza

privado

público

redes sociais

rt

técnico de comércio visitas de estudo

afeganistão

água informação vídeos

bbc

cgtp

chossudovsky

educação

fne

irão

manuel freire

todas as tags

Dívida Pública Mundial e por país

Tocar na imagem!
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
arquivos

Outubro 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006