Blogue de opinião e divulgação.
Domingo, 1 de Fevereiro de 2009
Desabafo de Alma

 

Reflexão sobre o processo de ADD numa escola completamente moldada por este governo
 

Muito se tem dito e escrito sobre o modelo de Avaliação de Desempenho de Docentes imposto por este Ministério de Educação. Temos que referir que alguns Conselhos Executivos foram bem moldados por este governo e tudo estão a fazer para o concretizar. Não sabemos é qual vai ser o seu custo.

 

Estamos em Fevereiro e pelo menos na escola onde trabalho já há muita matéria para reflectirmos sobre o desenvolvimento deste processo.

 

Antes de continuar esta reflexão devo referir que sou professora titular numa escola deste país e que não entreguei os objectivos individuais tal como o processo o previa.

 

Como todos compreenderão não vou identificar a escola mas acredito que aquilo que se está a passar nesta não será caso único.

 

A reflexão que fiz até ao momento deixou – me sem resposta a muitas questões e se já pouco acreditava neste modelo, passei a descredibiliza-lo totalmente.

 

Senão vejamos:

 

O Regulamento Interno foi alterado, tal como o prevê o Decreto – lei 2/2008 para dele constar a avaliação dos Coordenadores de Departamento por parte dos elementos do Departamento e a participação dos Encarregados de Educação. De referir que para os Coordenadores de Departamento esta avaliação só pode ser feita no âmbito do trabalho de Coordenação e apenas tem um peso de 10%. O mais espantoso é que foi aprovado pelo Conselho Provisório da dita escola que esta avaliação só é feita se tiver a concordância dos Coordenadores de Departamento. Como é que as Instituições podem crescer e melhorar no trabalho que têm de desenvolver se nem todos podem colaborar nesse trabalho e contribuir com as suas ideias para o seu melhoramento. De que é que os Coordenadores de Departamento têm medo? Ou será que já previam que avaliações iam receber dos seus colegas?

 

Mas há mais:

 

O prazo de entrega dos objectivos individuais foi fixado, pelo Conselho Executivo até ao dia 12 de Janeiro.

 

É evidente que todo o trabalho já estava feito quando o Despacho que dava poderes ao Conselho Executivo para fixar o prazo saiu.

 

Quero acreditar que tudo foi feito porque a competência do Conselho Executivo é de realçar. Não quero nem sequer pensar, como o referiu uma fonte anónima, que tudo foi feito quando uma Vice – Presidente esteve doente e a Comissão de Avaliação se deslocava à sua residência para continuar e concluir o trabalho. Se é verdade qual o interesse de todo esta pressa?

 

Não temos muitas dúvidas que antes do Despacho sair já os Conselhos Executivos sabiam qual ia ser o seu trabalho. Devemos referir que o dito Despacho saiu a seis ou a sete de Janeiro e o prazo de entrega dos objectivos individuais foi fixado até ao dia 12.

 

Se todo este processo me levantou e levanta tantas dúvidas e me levou a manifestar publicamente na sala de professores e nos corredores da escola ainda fiquei mais perplexa quando passado quatro dias de terminar o prazo, a Presidente da escola chamou todos os professores que não tinham entregue os objectivos individuais para os entregar se ainda o desejassem.

 

Tenho de perguntar que escola é esta, em que país está, o que é que ensinamos aos nossos jovens, que exemplos passam aos alunos e o que é isto de cidadania.

 

Devo referir que eu mantive a minha posição mas colegas houve que deram um passo atrás e entregaram.

 

Porque terá sido que esses colegas o fizeram?

 

Eu não sei responder e não estou preocupada por nesta escola só cerca de uma dezena de professores terem verticalidade e tal como se comprometeram por escrito manterem a sua posição de não entregar os seus objectivos individuais.

 

Justificam os colegas que entregaram os objectivos:

 

O processo está simplificado;

 

Não sabemos o que é que nos pode acontecer no futuro;

 

Copiamos por Fulano e fizemos as adaptações.

 

Sem dúvida tiveram medo.

 

Perguntei a vários se tinham pedido a verificação das aulas e todos me responderam que não ou praticamente todos. De facto, uma colega do meu Departamento que é constituído por cerca de sessenta professores, foi a única que solicitou a verificação das aulas. Mas, espantosamente para mim, depois do dia 12 foi retirar o pedido de aulas assistidas. O que terá feito mudar a posição da colega? Não quero acreditar que ela teve medo da Coordenadora de Departamento?

 

Continuei a reflectir sobre tudo isto e interroguei – me: então estes não querem aulas assistidas? A tarefa fundamental de um professor que é a pedagógica não é avaliada? O que vão dizer estes senhores do Ministério da Educação e até os próximos que ainda não se sabem quem são? 

 

Quem deve estar a esfregar as mãos de contentes são as Coordenadoras de Departamento porque vão ser praticamente as únicas que vão ter Muito Bom ou Excelente. É que estes senhores só vão ser avaliados pelo Conselho Executivo e não irão ter aulas assistidas. Aqui vão ser aplicadas as quotas, mas os professores que não pediram a verificação das aulas só vão ter Bom. Mais uma vez vamos ter professores de primeira e professores de segunda. Os Coordenadores serão então modelos de perfeição pois não precisam que ninguém avalie as suas aulas nem qualquer trabalho por eles desenvolvido. O seu trabalho de coordenação só é avaliado se os Srs. Drs estiverem de acordo.

 

Quantos professores a nível nacional, que entregaram os objectivos individuais, solicitaram a verificação das aulas? Que diferença há entre esta trapalhada e o que aconteceu na Madeira e nos Açores com a ADD? Na Madeira e nos Açores houve coragem. Em Portugal colocou – se a política à frente do interesse dos nossos alunos. A Ministra da Educação mesmo sem condições, como o referiram alguns comentadores da nossa praça, não podia cair senão o governo ficava mal.

 

Nesta escola que serviu de base à minha reflexão não tenho dúvidas que o Conselho Executivo é um pau mandado do Ministério da Educação, co-opetado pelos elementos do Conselho Provisório.

 

Até quando e onde vai esta palhaçada da Avaliação de Desempenho de Docentes? Num momento em que o nosso país precisa, mais do que nunca de formar pessoas competentes para ultrapassarmos esta crise e enfrentar – mos o futuro, a maioria dos professores gasta a sua energia a tentar perceber um modelo de avaliação criado por pessoas que do ensino pouco ou nada percebem.

Recebido Por mail
Título do Blog


publicado por codigo430 às 22:42
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De F a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:17
Eu acho que conheço essa escola.


De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2009 às 00:06
Se o comentário que fiz não for publicado isso só acontece se vocês fizerem o que tanto criticam:
CENSURA!!!!!

congelado

De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2009 às 00:44
A sua "frontalidade" minha senhora, não é exemplo para ninguém. Já devia saber que atendendo aos seus telhados de vidro, sobejamente conhecidos pela população de A. e E.,NUNCA DEVERIA ATREVER-SE a atacar pessoas realmente honestas!!!
Já agora conte ao Administrador do blog a sua aventura para aceder a titular e como nunca o seria se não tivesse tido uns "bonuzitos"do Conselho Executivo.
E esta, hem, amigo A.P.?

congelado

De codigo430 a 4 de Fevereiro de 2009 às 12:53
Os docentes são diferentes. Por vezes até muito diferentes. Mas todos têm em comum uma coisa: são professores. E, por isso, neste momento tão difícil, devem ser capazes de encontrar uma linguagem comum, ultrapassando divergências e até atritos pessoais. Pode não ser fácil, requer esforço, certamente, mas creio ser o caminho que exige a defesa do bom nome da classe docente, a valorização do seu estatuto profissional e social e a qualidade da escola pública, do ensino e da formação que deve assegurar aos jovens.

congelado

De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2009 às 23:55
Há de facto professores de primeira e de segunda.
Há aqueles que trabalham e outros que nem por isso, Há aqueles que se preocupam e os que deviam ter seguido a carreira da representação, e há ainda aqueles que, por exemplo, sabem que os Açores a Madeira fazem parte de Portugal!!!!!!! Afinal sempre há corajosos........


Comentar post

Euro vs US Dollar
[Most Recent Exchange Rate from www.kitco.com]
Siouxsie And The Banshees - Dear Prudence
Coldplay - Paradise (Official)
Peter Gabriel - Games Without Frontiers
Je suis un homme - zazie
Vídeos
posts recentes

Fontes do Crescimento Eco...

El duro discurso de Marth...

¿Por qué el 'padre del iP...

A história de um Chef que...

Trabalho de pesquisa

Estatísticas do Turismo

Estrelas

Organizações Mundiais

Pent

Prova de Economia

links
tags

vídeos

opinião

cidadania

crise

democracia

economia

avaliação

globalização

humor

informação

outros temas

professores

actividades

música

enriquecimento

ambiente

sociologia

recursos

tve2

eua

informação vídeos

rtp

gripe

militarismo

videos

estudos

ensino

alunos

sic

estatísticas

escola

europeias

visitas de estudo

agricultura

poesia

fenprof

tvi

china

video

fome

divulgação

saramago

cef

iraque

profissional

vídeos tve2

galeano

leap

manifestações

pobreza informação

teoria

tve1

espinho

petróleo

técnico de secretariado

turismo

dia mundial

guerra

honduras

rosa

brasil

coltan

cultura

democracy

emigração

informação tve2

jn

laranjeira

outros temas vídeos

porto

sindicatos

colóquios

desigualdade

direito

economia tve2

estado

expresso

frases

galbraith

galeano tve2

gripe vídeos

obama

ocde

palestina

pedagogia

pobreza

privado

público

redes sociais

rt

técnico de comércio visitas de estudo

afeganistão

água informação vídeos

bbc

cgtp

chossudovsky

educação

fne

irão

manuel freire

todas as tags

Dívida Pública Mundial e por país

Tocar na imagem!
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
arquivos

Outubro 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006