Blogue de opinião e divulgação.
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009
Apoiado pelos credores globais, o FMI quer manter o seu poder

 A guerra financeira contra a Islândia

Mas o sector financeiro está a responder. O seu lobbyista global, o Fundo Monetário Internacional, tem procurado consolidar o controle financeiro das economias de modo irreversível. O Artigo VIII da sua carta, formulado num período de reacção contra as práticas de divisas bloqueadas e de proteccionismo tarifário dos anos 1930, estabelece que uma vez que um país removeu controles sobre as suas transacções em "conta corrente" já não é mais legal re-impor quaisquer novos controles. A conta corrente é definida para incluir não só o comércio de importação e exportação de bens e serviços como também juros sobre dívida externa e a remessa de lucros sobre investimento possuído pelo estrangeiro. Na década de 1930, os pagamentos de juros foram conceptualmente integrados com créditos e débitos na conta de capital. Mas na década de 1940 o FMI e outros países mudaram os formatos contabilísticos da balança de pagamentos afastando-se desta lógica.

Destinado ostensivamente a libertar o comércio, o Artigo VIII do FMI na realidade criou "livres movimentos de capital", isto é, a capacidade de gangs financeiras atacarem livremente divisas tal como ocorreu na crise asiática de 1997 e em especulações semelhantes. Não era permitido aos governos proteger a sua divisa e as taxas de câmbio limitando tais ataques ou erguendo barreiras ao crédito predatório e à dívida destrutiva (ou às exportações agrícolas subsidiadas dos EUA, a propósito). O efeito legal do domínio do FMI foi impedir os governos de regularem o seu sector financeiro, apesar do seu papel rentista, como um serviço público. Para a Islândia, isto significa que o governo não pode manter a dívida internacional do país dentro da capacidade da economia para arcar com ela. O critério mais básico de soberania nacional portanto é declarado ilegal!

Na prática, quase todos os países simplesmente acrescentaram o acúmulo de juros dentro do seu balanço da dívida nacional em cada ano. Nominalmente, "toma emprestado o juro" mas o efeito é mais como uma acumulação do que um verdadeiro novo empréstimo. Ao longo do tempo estas dívidas públicas crescem a uma taxa exponencial – muito além da taxa de crescimento da economia "real", um tema recorrente nas economias pós-clássicas de hoje.
 
 


publicado por codigo430 às 00:00
link do post | comentar | favorito
|

Euro vs US Dollar
[Most Recent Exchange Rate from www.kitco.com]
Siouxsie And The Banshees - Dear Prudence
Coldplay - Paradise (Official)
Peter Gabriel - Games Without Frontiers
Je suis un homme - zazie
Vídeos
posts recentes

Fontes do Crescimento Eco...

El duro discurso de Marth...

¿Por qué el 'padre del iP...

A história de um Chef que...

Trabalho de pesquisa

Estatísticas do Turismo

Estrelas

Organizações Mundiais

Pent

Prova de Economia

links
tags

vídeos

opinião

cidadania

crise

democracia

economia

avaliação

globalização

humor

informação

outros temas

professores

actividades

música

enriquecimento

ambiente

sociologia

recursos

tve2

eua

informação vídeos

rtp

gripe

militarismo

videos

estudos

ensino

alunos

sic

estatísticas

escola

europeias

visitas de estudo

agricultura

poesia

fenprof

tvi

china

video

fome

divulgação

saramago

cef

iraque

profissional

vídeos tve2

galeano

leap

manifestações

pobreza informação

teoria

tve1

espinho

petróleo

técnico de secretariado

turismo

dia mundial

guerra

honduras

rosa

brasil

coltan

cultura

democracy

emigração

informação tve2

jn

laranjeira

outros temas vídeos

porto

sindicatos

colóquios

desigualdade

direito

economia tve2

estado

expresso

frases

galbraith

galeano tve2

gripe vídeos

obama

ocde

palestina

pedagogia

pobreza

privado

público

redes sociais

rt

técnico de comércio visitas de estudo

afeganistão

água informação vídeos

bbc

cgtp

chossudovsky

educação

fne

irão

manuel freire

todas as tags

Dívida Pública Mundial e por país

Tocar na imagem!
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
arquivos

Outubro 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006