Blogue de opinião e divulgação.
Domingo, 5 de Abril de 2009
Lições para a política financeira islandesa

 A guerra financeira contra a Islândia

A primeira coisa que a Islândia precisa fazer é perceber que está sob ataque financeiro a partir de fora assim como a partir de dentro – por estrangeiros apoiados por uma classe bancária interna. Para ter êxito, estes credores estão a tentar convencer a população de que toda dívida é produtiva e que a economia beneficia-se na medida em que o seu valor líquido aumenta (o preço de activos em excesso da dívida). O erro fatal é a suposição de que os preços nunca descerão e que, se assim o fizerem, as dívidas deveriam ser deixadas intactas mesmo quando isto provoca situação líquida negativa. Para esta forma errada de pensar, um afundamento do preço (recessão ou depressão) é um acidente que acontece apenas uma vez por século, não o resultado inevitável de dívidas que crescem a juros compostos sem um aumento concomitante no rendimento para pagar preços e juros mais altos.

Esta mitologia enganosa culmina numa jogo mental que está a ser impingido aos eleitores islandeses. O jogo é promover o mito de que não há alternativa excepto pagar as dívidas que uns poucos iniciados anotaram na caixa registadora, dívidas que acumulam juros quando não são pagas. Este mito pode ser dissipado pelo reconhecimento de que o volume de pagamentos de dívida que está a ser exigido está para além da capacidade de pagamento do país. A estratégia financeira é adiar a consciência deste facto tanto tempo quanto possível, de modo a prosseguir com o arresto e a venda voluntária em pré-bancarrota de activos nacionais para pagar credores. A única questão que os credores não querem que seja pergunta é: "Exactamente como propõe que nós lhe paguemos?". Os credores hesitam em falar abertamente e responder: "Pela contracção da sua economia, pela comutação da sua riqueza e propriedade para as mãos de uma pequena oligarquia financeira e pondo o seu trabalho e a sua indústria fora dos mercados mundiais devido aos pesados encargos financeiros embutidos dentro do seu sistema de preços". Eles preferem actuar como "surpreendidos" quando uma force majeur económica obriga economias a substituírem programas de pensão com benefício definido por planos com "contribuição definida" no qual todos os seus trabalhadores sabem quanto eles pagam ao plano, não o que eles receberão.
 
 


publicado por codigo430 às 06:40
link do post | comentar | favorito
|

Euro vs US Dollar
[Most Recent Exchange Rate from www.kitco.com]
Siouxsie And The Banshees - Dear Prudence
Coldplay - Paradise (Official)
Peter Gabriel - Games Without Frontiers
Je suis un homme - zazie
Vídeos
posts recentes

Fontes do Crescimento Eco...

El duro discurso de Marth...

¿Por qué el 'padre del iP...

A história de um Chef que...

Trabalho de pesquisa

Estatísticas do Turismo

Estrelas

Organizações Mundiais

Pent

Prova de Economia

links
tags

vídeos

opinião

cidadania

crise

democracia

economia

avaliação

globalização

humor

informação

outros temas

professores

actividades

música

enriquecimento

ambiente

sociologia

recursos

tve2

eua

informação vídeos

rtp

gripe

militarismo

videos

estudos

ensino

alunos

sic

estatísticas

escola

europeias

visitas de estudo

agricultura

poesia

fenprof

tvi

china

video

fome

divulgação

saramago

cef

iraque

profissional

vídeos tve2

galeano

leap

manifestações

pobreza informação

teoria

tve1

espinho

petróleo

técnico de secretariado

turismo

dia mundial

guerra

honduras

rosa

brasil

coltan

cultura

democracy

emigração

informação tve2

jn

laranjeira

outros temas vídeos

porto

sindicatos

colóquios

desigualdade

direito

economia tve2

estado

expresso

frases

galbraith

galeano tve2

gripe vídeos

obama

ocde

palestina

pedagogia

pobreza

privado

público

redes sociais

rt

técnico de comércio visitas de estudo

afeganistão

água informação vídeos

bbc

cgtp

chossudovsky

educação

fne

irão

manuel freire

todas as tags

Dívida Pública Mundial e por país

Tocar na imagem!
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
arquivos

Outubro 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006