Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lux Ad Lucem

Blogue de opinião e divulgação.

Lux Ad Lucem

Blogue de opinião e divulgação.

27.Abr.08

Crise mundial de alimentos?

Maior cadeia de supermercados limita compra de arroz
O Sam’s Club, do grupo Wal-Mart, a maior cadeia alimentar norte-americana decidiu racionar a venda de arroz, na sequência do aumento dos preços a nível mundial. Alguns países, como o Brasil e o Vietname, já decidiram suspender as exportações daquele produto.

Esta é a primeira medida de racionamento na história americana, já que durante a Segunda Guerra Mundial, altura em que havia falta de alguns produtos, como o petróleo, os fornecedores continuaram a vender sem restrições.

A procura desenfreada de arroz deve-se ao aumento do preço do arroz, que só esta semana subiu cinco por cento na Tailândia, o maior exportador mundial.

As autoridades mundiais mostram-se preocupadas com este aumento, enquanto os analistas alertam que os preços do arroz podem continuar a subir, uma vez que alguns países decidiram suspender as exportações, justificando-se com a necessidade de garantir o consumo interno.

O Brasil e Vietname, que concorrem entre si pala classificação de segundo maior produtor mundial de arroz, foram alguns dos países que tomaram essa decisão, sendo que a Índia e a China também decidiram limitar a quantidade de exportações.

O Banco Mundial já elogiou a Tailândia por garantir que não vai impor qualquer redução na exportação de arroz, classificando aquele país como um parceiro mundial responsável.

Os preços do arroz, que só este mês aumentaram 28 por cento, registando a maior subida desde 1993, estão a provocar motins em vários países, como os Camarões.

Também em África, onde o arroz faz parte da alimentação básica das populações, temem-se consequências muito graves, com várias famílias a admitirem cortar o consumo de alimentos para apenas uma refeição por dia.

Em Portugal, país que produz metade do arroz que consome e «em pequena escala», os consumidores também vão sofrer com o aumento dos preços do arroz a nível mundial, disse à TSF o presidente da Associação de Indústrias de Arroz.

João Reis Mendes adiantou que o nosso país é influenciado pelos preços existentes no mercado mundial, «sobretudo pelos preços dos países exportadores».