Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lux Ad Lucem

Blogue de opinião e divulgação.

Lux Ad Lucem

Blogue de opinião e divulgação.

18.Dez.08

Quase 75% dos professores trocavam de profissão se pudessem

 

 

Quase 75 por cento dos professores mudavam de profissão se tivessem alternativa e 81 por cento admitem que, se pudessem, pediam a aposentação, mesmo com penalizações, segundo um inquérito a mais de mil docentes que será apresentado hoje

De acordo com dados do Observatório da Avaliação de Desempenho, órgão criado pela Federação Nacional dos Sindicatos da Educação e pelo Instituto Superior de Educação e Trabalho, apenas 26 por cento dos inquiridos continuariam a escolher a profissão de professor.

O inquérito - realizado nos últimos dois meses a nível nacional a cerca de 1.100 professores - conclui, também, que mais de 60 por cento dos docentes consideram que o processo de avaliação de desempenho vai «prejudicar» ou «prejudicar muito» a preparação e concretização das aulas.

Por outro lado, quase 70 por cento dos inquiridos pensam que este processo vai ainda prejudicar a sua relação com os conselhos executivos, com os professores avaliadores e a colaboração com os colegas.

Quanto aos avaliadores, 40 por cento dos professores questionados não lhes reconhecem «capacidade de avaliar com rigor e isenção», nem tão pouco «conhecimento na sua especialidade».

Mais de 65 por cento dos docentes discordam com a intervenção dos pais no processo de avaliação docente. No entanto, quando questionados sobre o seu caso concreto, 16 por cento aceitaram a participação dos encarregados de educação.

O estudo aborda ainda os objectivos e metas estabelecidos nos projectos educativos das escolas: 40 por cento dos professores acreditam que os mesmos são alcançáveis, mas com menos sobrecarga de trabalho administrativo, enquanto 23 por cento sublinham a necessidade de mais condições de trabalho.

 

Lusa/SOL

 

Infelizmente, não é surpresa. É o resultado lógico do paroxismo governamental no sector da educação!

 

O último exemplo é o capcioso processo, dito de avaliação, onde tudo é feito para encurralar as professoras e professores e forçar-lhes a mão!