Blogue de opinião e divulgação.

Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
Prodigieux sous-marins

 

Os dois submarinos, um inglês e um francês, que chocaram no Atlântico norte estavam armados com mísseis nucleares.

 

Felizmente, nada de muito grave aconteceu, a fazer fé nas informações oficiais. Mas fica provado que a tecnologia de última geração, que equipa os dois submergíveis, não evita acidentes, se é que não os pode potenciar em certos casos.

 

O mais prudente e seguro será encetar um processo de desarmamento e de segurança global que permita dispensar essas e outras máquinas de destruição maciça.

 

E será o mais vantajoso também, pois as colossais somas que se gastam com a engrenagem militar poderão, então, ser utilizadas para resolver os problemas que afligem a Humanidade.

 


publicado por codigo430 às 00:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009
Grécia, Letónia, Bulgária

 

 

Grandes manifestações se têm verificado em países do leste da Europa, onde a crise, agravada ainda por múltiplos factores internos, se está a reflectir com particular severidade.
 

 



publicado por codigo430 às 01:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Rendimento médio mais longe da média europeia desde que Sócrates tomou posse

 

Numa análise à evolução dos principais indicadores económicos em Portugal e no resto da Europa desde que o executivo de José Sócrates tomou posse, conclui-se que o rendimento médio de cada português está actualmente mais longe da média europeia do que em 2005.
 
A tendência vinha desde 1999 mas agravou-se no último ano com uma descida recorde no Produto Interno Bruto (PIB) per capita de 2,5 pontos percentuais face à média da União Europeia.

 

Dados provisórios do Eurostat apontam para um crescimento do PIB em 2008 que fica 0,9 pontos percentuais abaixo da média comunitária, o que constitui uma diferença mínima face à evolução de 2004.

 

No que se refere ao trabalho, José Sócrates herdou o país com um desemprego abaixo da média europeia, que foi entretanto ultrapassada. Segundo o gabinete estatístico da Comissão Europeia, Portugal apresenta actualmente uma taxa de desemprego que fica 0,7 pontos percentuais acima da média dos 27.

 

Pela positiva, a produtividade de cada português aumentou 2,0 pontos percentuais desde 2004, mas continua longe da média comunitária.

tsf, 20/02/09


publicado por codigo430 às 00:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009
Le directeur

 

Ecole cherche directeur pour rééduquer ses profs

Sur le site de l'Inspection académique de l'Isère, on trouve des petites annonces pour des "conseillers pédagogiques", des "référents de scolarisation", des "postes co-enseignants". Et sept directeurs d'école.

 

Or l'une des sept annonces pour un poste de direction fait des vagues, localement comme sur le Net. C'est une annonce datée du 5 février qui a mis le feu aux poudres. L'inspection académique recrutait alors un directeur pour l'école primaire Les Moines, à Saint-Quentin Fallavier.

 

Le rôle de ce directeur? Des fonctions classiques... et d'autres, plus audacieuses, qui consistent à reprendre en main "une équipe qui a une approche militante de l'école qui les conduit à prendre des positions de refus par rapport à certaines demandes institutionnelles (Base élèves, évaluations nationales)". La précision figurait en toutes lettres au moment de la publication de l'annonce, le 5 février.

 

Plus loin, l'annonce précise de la mission de la nouvelle recrue: "rétablir une loyauté institutionnelle dans cette école" et "centrer l'action de l'école sur les priorités nationales". Entendez par là: remettre dans le droit chemin ces enseignants un poil trop frondeurs contre Xavier Darcos, dans un département qui s'est par exemple distingué par une mobilisation forte contre la Base élèves.

 

Depuis la première publication, l'annonce a été modifiée, comme l'atteste la nouvelle mouture que Rue89 a pu consulter (et comparer). Depuis, la précision concernant "l'approche militante" de l'équipe a été trappée... mais pas la mission qui reste orientée vers la loyauté institutionnelle.

 

Rue89 n'a pu joindre personne à l'inspection académique, située dans une zone actuellement en vacances scolaires, avant la parution de cet article.

Rue89


publicado por codigo430 às 00:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009
Um futuro possível...

 

Quando começam por prender os livros...

 

Quando a autoridade só o é porque tem a força e não a razão, que nem respeita e até violenta.

O que se passou em Braga, com a apreensão pela PSP de livros, cuja capa era uma representação de "A Origem do Mundo", famoso quadro de Gustave Coubert, é hilariante, bem entendido.

 

Mas não seria a primeira vez que, por detrás do ridículo, a garra da atrocidade estivesse a espreitar por uma oportunidade para ressurgir outra vez.

 


publicado por codigo430 às 18:11
link do post | comentar | favorito

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009
Huge protest over Irish economy

 

About 100,000 people have taken part in protests in Dublin city centre to vent their anger at the Irish government's handling of the country's recession.
Trade union organisers of the march said workers did not cause the economic crisis but were having to pay for it.
I've a mortgage to pay, I've children to put through school, and now I'm being told I have to take cutback, after cutback, after cutback
 
 
Irish protester

There were conflicting estimates of the numbers of people at the march, which began on the north side of Dublin in the middle of the afternoon.

 

Police said 100,000 people were on the streets, while organisers said they expected 200,000 to protest in total

BBC NEWS
 

 



publicado por codigo430 às 01:30
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009
Para se compreender um pouco o conflito no Médio-Oriente

 

 


publicado por codigo430 às 22:32
link do post | comentar | favorito

"Vou mascarada de presidente do Conselho Executivo"

 


Professores de luto, amordaçados e acorrentados por «serem obrigados» a desfile de Carnaval
Os professores do Agrupamento de Escolas de Paredes de Coura participaram hoje no desfile de Carnaval vestidos de preto, amordaçados e acorrentados, que consideram como «forma de protesto» por terem sido obrigados pela DREN a promover aquela actividade

«Vou mascarada de presidente do Conselho Executivo, ou seja, amordaçada e acorrentada, sem qualquer autoridade e muitas vezes até sem poder falar» , disse a responsável do agrupamento.

 

Cecília Terleira falava antes de pôr uma mordaça preta na boca, que manteve ao longo do desfile carnavalesco.

 

Desfilou ainda com as mãos acorrentadas, acompanhada dos restantes professores, todos igualmente trajados de negro e alguns também acorrentados e amordaçados.

 

Os professores afirmaram que participam neste desfile porque foram «obrigados» pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN).

«Vamos contrariados e desmoralizados, mas vamos, porque fomos obrigados a ir por uma determinação da directora regional» , afirmou Cecília Terleira.

 

Os professores daquele agrupamento tinham decidido, em Conselho Pedagógico, cancelar o desfile de Carnaval, alegando falta de tempo para o preparar.

 

Os docentes queixam-se de estarem «atafulhados» de trabalho, com os processos de eleição do Conselho Geral e do director do agrupamento, as provas assistidas e a avaliação do desempenho, e ainda as provas de aferição e exames nacionais.

 

No entanto, a Associação de Pais do agrupamento já se tinha insurgido contra o cancelamento do desfile e chegou mesmo a ameaçar com manifestações públicas de protesto, considerando que os professores estavam a usar os alunos como «armas de arremesso» contra o Ministério da Educação, por causa do processo de avaliação de desempenho.

 

Terça-feira, a directora Regional de Educação do Norte, Margarida Moreira, determinou, através de um e-mail, a realização do desfile.

«Determino o cumprimento das actividades com os alunos previstas para esta época» , refere o e-mail.

 

Por isso, os professores desfilaram hoje com a palavra «determino» nas costas e com cartazes com a frase «De luto mas em luta».

 

«Os professores preferiram ceder à determinação da DREN do que colocar em causa o meu lugar de presidente do Conselho Executivo. Por isso, embora completamente contrariados, cá estamos todos a 'festejar' o Carnaval» , afirmou Cecília Terleira.

 

Durante os últimos dias, Cecília Terleira tinha sido «proibida de falar» à comunicação social sobre esta polémica.

 

A Lusa tentou ouvir Margarida Moreira sobre este assunto, mas sem sucesso até ao momento.

 

Lusa / SOL

 

Da reprovável intromissão da DREN à necessidade de uma mudança efectiva na Educação

O que aconteceu em Paredes de Coura, com uma direcção regional de educação a interferir directamente na vida de um agrupamento de escolas e nas decisões que foram tomadas pelos adequados órgãos de gestão, é gravíssimo. Todavia, tem o mérito de tornar ainda mais claro que a tão propalada autonomia das escolas, com que governo e ME enchem a boca quando lhes dá jeito, não passa de uma batata.

 

Autonomia, claro, para inventarem como poderão dar mais respostas com menos recursos, para darem a cara pelo que é difícil e difícil é o dia a dia da vida da escola� Autonomia, claro, quando estiver implementado o modelo de gestão que garante que os docentes, esses profissionais malquistos dos governantes, são minoritários no momento das decisões, o que, em princípio, evitará surpresas.

Ler mais

 



publicado por codigo430 às 19:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

OCCUPATION DE LA SORBONNE LE 19 FEVRIER

 

 
 
Un groupe d'étudiants protestant contre les réformes du gouvernement ont occupé quelques heures jeudi soir l'université parisienne.
Ils se sont installés dans le prestigieux établissement parisien après une manifestation forte de 15 000 à 30 000 personnes dans l'après-midi. Vers minuit, ils se préparaient à dormir sur place. Ils ont finalement été évacués dans le calme vers 1 heure du matin.
A contestação às políticas do presidente Sarkozy pelos docentes e alunos do ensino superior já dura há semanas.

Le Monde

 

Rue89

 
 


publicado por codigo430 às 13:06
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009
É carnaval! A Maria leva a mal!

 

Tribunal tira imagem do Magalhães no Carnaval de Torres Vedras

Caramba! Ainda se andam para aí a queixar que  "a justiça" é lenta!

 

Ordenada retirada de autocolante do portátil Magalhães por conter mulheres nuas

Carnaval de Torres Vedras: câmara lamenta que PGR censure sátira que não viu

Brincadeira de Carnaval? Este foi o primeiro pensamento do presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Miguel, quando soube esta tarde que o Ministério Público tinha ordenado a retirada de uma sátira ao computador Magalhães do “Monumento” criado para os festejos deste ano. Quando entregou o autocolante que estava no ecrã do portátil no tribunal foi a vez de a procuradora-adjunta achar que se tratava de uma partida. Segundo o autarca, Cristina Anjos (Cristima Maria Caetano Anjos, nota do blog) terá admitido que se baseou numa fotografia desfocada e que nunca pensou que o conteúdo fosse “inócuo”. ...
 
Bom, pelo menos a notícia tem algo de positivo. Fica-se a saber que a senhora procuradora-adjunta pensa! Já é muito bom!
 
Bem, alguém acabou por pensar melhor!
O responsável pela produção do Carnaval de Torres Vedras informou, esta sexta-feira, que o tribunal emitiu um novo despacho autorizando as imagens de mulheres despidas que ontem mandou retirar.

O Tribunal de Torres Vedras reconsiderou a decisão e, afinal, o cartaz com as imagens do computador Magalhães vão poder desfilar no carnaval da cidade.

O responsável pela produção do Carnaval de Torres Vedras anunciou hoje que o tribunal emitiu um novo despacho autorizando o cartaz.

Em declarações à Lusa, Sérgio Lopes sublinhou que «a polémica serviu, acima de tudo, para lembrar que as características especiais, que é conhecido pela crítica, sátira e imaginação, não havendo lugar para a censura». tsf

 
São os efeitos pedagógicos da gargalhada de escárnio que se ouviu por todo o lado.


publicado por codigo430 às 23:29
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009
Começa a ser a imagem de marca dos resultados da acção do Governo

 

Professora agredida a murro por mãe de aluna

Uma professora de História da Escola Secundária Bernardino Machado, na Figueira da Foz, foi alegadamente agredida a murro pela mãe de uma aluna do 11º ano, tendo apresentado queixa na PSP. O caso já foi entregue ao Ministério Público.
 

Fonte policial, citada pela agência Lusa, disse que «foi uma agressão física sem arma», acrescentando que «a senhora foi vista no centro de saúde e depois formalizou a queixa».

 

O caso aconteceu sexta-feira, durante uma reunião na escola sobre o rendimento escolar da aluna, entre a mãe da rapariga - já identificada pelas autoridades - e a docente, ambas com cerca de 40 anos.

 

A fonte da PSP considerou estar-se perante uma «situação muito grave», dado o contexto em que a alegada agressão ocorreu.

 

«Nem sequer necessita de queixa, segundo o Código Penal. É um crime público, porque há uma relação directa entre a função da docente e a agressão», explicou.

 

Entretanto, o caso já foi entregue ao Ministério Público.

tsf


publicado por codigo430 às 23:53
link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Fevereiro de 2009
Retrato da governação

 

Um olho no burro e outro no cigano

O caso Freeport lançou uma verdadeira onda de pânico no mundo financeiro e empresarial.

Banqueiros como Ricardo Salgado ou Horácio Roque, que por norma evitam envolver-se em questões políticas, não se escusaram a fazer rasgados elogios a José Sócrates.

Muitos empresários que por norma apoiavam o PSD estão hoje firmemente ao lado do primeiro-ministro, cerrando fileiras para que se aguente.

Figuras que durante anos foram identificadas com a direita – Proença de Carvalho, Nobre Guedes, Freitas do Amaral, José Miguel Júdice – surgem a defendê-lo acaloradamente.

Como entender este afã?

 

Tudo tem a sua explicação._A direita não gosta de líderes fracos – e Sócrates surge hoje como um líder forte.

Sócrates criou um modelo de ‘política musculada’ que agrada à direita.

Por outro lado, ao pôr a mão debaixo dos bancos, criando a ideia de que não os deixará cair, Sócrates tem naturalmente os banqueiros consigo.

E quem tem a sobrevivência dos bancos na mão tem os empresários na mão.

Todos os empresários, nesta conjuntura difícil, dependem desesperadamente da banca.

Um banco pode hoje com facilidade determinar a falência de um empresário: basta que lhe aumente substancialmente os juros, corte as linhas de crédito ou exija a liquidação imediata de compromissos financeiros.

Nenhum empresário quer hoje afrontar o Governo – porque não sabe como reagirão amanhã os bancos com que trabalha.

 

Mas, ao mesmo tempo que controla superiormente a banca e através dela o empresariado, Sócrates pisca o olho à esquerda.

Pode dizer-se que o primeiro-ministro tem um olho no burro e outro no cigano: satisfaz os homens de negócios garantindo-lhes apoio do Estado – e satisfaz a esquerda ideológica com promessas ‘fracturantes’.

Apoiando os casamentos de homossexuais, facilitando o divórcio, defendendo o aborto, propondo amanhã – quem sabe? – a legalização da eutanásia, Sócrates vai dando rebuçados à esquerda, adoçando-lhe a boca.

Há nesta política um certo maquiavelismo.

Mas que importa, se obtém resultados?

 

A verdade é que os banqueiros e os empresários estão-se nas tintas para as posições fracturantes que o primeiro-ministro possa tomar.

Discordando provavelmente delas, levam-nas à conta de devaneios, de fantasias – que não têm importância porque não têm consequências económicas.

E a esquerda pensa o inverso.

Discordando dos apoios do Governo à banca e aos empresários, leva-os à conta de ‘pragmatismo’, de realismo necessário para calar a boca à direita e garantir a permanência da esquerda no poder.

Sócrates faz pois, neste momento, o milagre de agradar ao mesmo tempo a gregos e troianos.

À direita pondo a mão debaixo dos bancos; à esquerda com medidas vanguardistas em matéria de costumes.

 

Além da satisfação de sectores opostos, Sócrates construiu uma eficaz ‘estrutura de exercício do poder’.

Rodeou-se de um grupo de fieis pragmáticos – Pedro Silva Pereira, Augusto Santos Silva, Armando Vara, etc. – que planeia a gestão política e estende os seus tentáculos a várias áreas (banca, empresas públicas, comunicação social) criando um sistema de condicionamento da opinião.

Muita gente tem hoje medo de falar com receio de represálias – e mesmo dentro do Partido Socialista isto acontece.

E há também chantagem e ameaças directas.

O ministro Augusto Santos Silva, fugindo-lhe a boca para a verdade, disse que gosta de «malhar» nos adversários políticos.

E – não tenhamos ilusões – não foi uma afirmação isolada: é esta a linguagem usada no círculo restrito do primeiro-ministro.

 

Vivemos um tempo que se pode classificar como de ‘democracia limitada’.

Sócrates construiu uma estrutura de poder que infunde receio.

Claro que isso também tem o seu mérito.

E em tempo de crise tem as suas vantagens.

Mas atenção: mesmo os que beneficiam deste estado de coisas devem perceber que é decisiva a subsistência de vozes livres.

Essas vozes, que hoje lhes podem parecer chatas e incómodas, serão amanhã as garantes da sua própria liberdade.

Sol
Título e sublinhado do Lux Ad Lucem


publicado por codigo430 às 13:16
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
Não será melhor de cooperar?

 

Para que todos possam beneficiar?

 

E esquecer isso da "competição", onde, por definição, uns só podem ganhar se outros perderem?

U.S. Intelligence: Growing Potential for Conflict

The risk of international conflict will increase in the next two decades as China, India, and Russia become major powers and competition for resources grows, says a top U.S. official.
The next 20 years of transition to a new international system will be fraught with risks and challenges with the rise of emerging powers and a historic transfer of wealth and economic power from West to East, says U.S. Director of National Intelligence Mike McConnell.
"Given the confluence of factors from a new global international system, increasing tension over natural resources, weapons proliferation, things of this nature, we predict an increased likelihood for conflict," he added.
 


publicado por codigo430 às 00:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009
Agressão a professor

 

A PSP vai comunicar ao Ministério Público (MP) a agressão sofrida, terça-feira, por um professor de Inglês da Escola Básica 2,3 Dr. Francisco Sanches de Braga, que ficou a sangrar abundantemente depois de esmurrado pelo tio de um aluno, disse hoje à Lusa fonte da corporação
A fonte adiantou que Luís Pires foi atacado, ao final da tarde, por um indivíduo, tio de um aluno da escola, que o esmurrou na cara, provocando-lhe diversas feridas contusas, que obrigaram o presidente do Conselho Executivo do estabelecimento de ensino a conduzi-lo à Urgência do Hospital de S. Marcos.
Ler mais
Como as coisas estão, o professor ainda corre o risco de ser penalizado sob a acusação de não saber manter uma adequada relação pedagógica com o aluno em questão.
 Claro que situações destas não podem ser desligadas da degradação do estatuto profissional e social dos docentes, em que o governo se empenhou, e que também encontra expressão noutras dimensões da vida escolar, como seja, por exemplo, a gestão muito pouco democrática que se quer aplicar às escolas.
 


publicado por codigo430 às 20:33
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009
Mercosul

 

 


publicado por codigo430 às 22:27
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Fevereiro de 2009
Sem comentários...

 

 

 

 

Embora também seja Economia. Uma Economia triste...
 


publicado por codigo430 às 15:52
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009
Principais áreas agrícolas nos EUA

 

 


publicado por codigo430 às 22:11
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009
Este mundo governado por loucos

 

 

 

Atenção: o vídeo contém imagens chocantes

Onde o militarismo está em permanente expansão - a produção e venda de armas são um negócio chorudo - e onde a violência e a guerra parece não terem fim....
 

 



publicado por codigo430 às 23:16
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009
IDH

 

 


publicado por codigo430 às 22:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 31 de Janeiro de 2009
Os "poderes ocultos"

 

Assisti anteontem na televisão ao que foi até agora o espectáculo mais triste da democracia portuguesa. Falo da sessão em que o sr. Primeiro-ministro declarou que estava a ser vítima de uma “campanha negra” conduzida por “poderes ocultos”. Seria penoso explicar quem (e porquê) historicamente usou esta linguagem. Basta aqui dizer que, do século XV ao fim da II Guerra Mundial, ela esteve sempre associada ao fanatismo, ao terror e ao arbítrio. Não acredito que Sócrates tenha tido consciência disso. Mas certas palavras não se dizem sem um certo espírito. E esse espírito inquieta. Não se diaboliza o adversário (e um dos nomes do Diabo era o Oculto) por acaso ou por lapso. O exercício pressupõe uma profunda convicção da virtude própria e da maldade alheia; e um ódio ao “Inimigo” (outro nome do Diabo) sem regras, nem limites.

 

Quando Sócrates denuncia os “poderes ocultos”, a denúncia é por definição universal. Porque afinal quem são ou o que são os “poderes ocultos”? São tudo e não são nada, é toda a gente e não é ninguém. Qualquer instituição, qualquer pessoa, qualquer categoria de pessoas fica forçosamente sob suspeita. Como garantir que por detrás da inocência não se esconde a culpa? Ou por detrás da honestidade a fraude? Conhecerá ele mesmo os “poderes ocultos”, que não revela para nos deixar o redentor encargo de os descobrir? Devemos nós condenar a imprensa e a televisão? O capitalismo? O PSD? O PCP? A extrema-esquerda? Ou a polícia, a Procuradoria e a Inglaterra? Ou simplesmente devemos condenar (e perseguir?) quem prejudica e ensombra o nosso chefe?

 

Sócrates jura que os “poderes ocultos” não o “vencerão”. A escolha do verbo é também desta vez significativa. Quem o ouvisse não perceberia de certeza que se trata de uma investigação judicial ou que se vive num regime em que o judicial cumpre e faz cumprir a lei. Sócrates não vê o caso como apuramento da verdade (inevitavelmente relativa). Mas como uma espécie de duelo entre o Bem e o Mal (um “teste de resistência”), entre ele e os “poderes ocultos”. Num duelo, ou se ganha ou se perde e ele, um “homem determinado”, vai ganhar. Outro primeiro-ministro esperaria pelas conclusões do inquérito e negaria tranquilamente as calúnias. Quando muito, ameaçava processar os caluniadores. Sócrates prefere o melodrama e a intimidação: quem daqui em diante duvidar dele é um instrumento , “negro” e miserável dos “poderes ocultos”.

Público 31.01.09
 


publicado por codigo430 às 19:57
link do post | comentar | favorito

Euro vs US Dollar
[Most Recent Exchange Rate from www.kitco.com]
posts recentes

Milhões ou biliões? Uff, ...

Informação do dia

Visitas surpresa?

El poder de las pesadilla...

União Europeia

Fábricas Nucleares na UE

União Europeia

O que é isto?

La nueva esclavitud

A ordem informativa mundi...

links
tags

vídeos

opinião

cidadania

crise

democracia

economia

avaliação

globalização

humor

informação

outros temas

professores

actividades

música

enriquecimento

ambiente

sociologia

recursos

tve2

eua

informação vídeos

rtp

gripe

militarismo

videos

estudos

ensino

alunos

sic

estatísticas

escola

europeias

visitas de estudo

agricultura

poesia

fenprof

tvi

china

video

fome

divulgação

saramago

cef

iraque

profissional

vídeos tve2

galeano

leap

manifestações

pobreza informação

teoria

tve1

espinho

petróleo

técnico de secretariado

turismo

dia mundial

guerra

honduras

rosa

brasil

coltan

cultura

democracy

emigração

informação tve2

jn

laranjeira

outros temas vídeos

porto

sindicatos

colóquios

desigualdade

direito

economia tve2

estado

expresso

frases

galbraith

galeano tve2

gripe vídeos

obama

ocde

palestina

pedagogia

pobreza

privado

público

redes sociais

rt

técnico de comércio visitas de estudo

afeganistão

água informação vídeos

bbc

cgtp

chossudovsky

educação

fne

irão

manuel freire

todas as tags

Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
arquivos

Outubro 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006